segunda-feira, 20 de abril de 2015

Lidando com o tempo!

Lá estamos nós novamente brigando com o tempo!
O grupo do Avaí, esse mesmo que nos proporcionou momentos de horror no catarinense, continua o mesmo, ficamos sabendo da chegada do volante Adriano, de Emerson zagueiro e do lateral oriundo do Vitória! 
Ainda não foi revelada a barca que vai partir para nossa alegria, eita começo do ano ruim!!!

Além de todas nossas necessidades para uma guinada neste ano sombrio, tenho medo do fenômeno da "estaleirização" avaiana, é força de gente pra se recuperar no Avaí: Eduardo Costa, Rudnei, Emerson, André Lima, esqueci alguém? Os citados são jogadores com referências, mas precisamos de soluções imediatas!

Além do início do brasileirão, o Avaí nos deve a salvação do semestre eliminando o time do estreito na Copa do Brasil, o adiamento do jogo que foi questionado num primeiro momento, hoje é visto com bons olhos, desde que o Avaí aproveite o tempo qualificando o grupo que hoje é uma lástima, o catarinense não deixa mentir! A pergunta é: Vai dar tempo?

Vou torcer para que o estoque de cagada tenha terminado!

Enquanto isso, fico na torcida, que o acervo de nostalgia de 2009 tenha chegado ao fim, e que a chegada de Emerson (que admiro e que aposto ser uma boa) tenha se encerrado, é tempo de olhar pra frente, e buscar novos nomes!

De certa forma estou aliviado com a escapada no estadual, mas preocupado com o silêncio na Ressacada, será que teremos de novidades nos próximos dias? Até o ambiente de indignação do Conselho Deliberativo já foi pacificado, a turma que contrata e registra segue firme no acolhedor Avaí! Só matando um pra mudar... rs

Enquanto isso, o tempo segue implacável!

domingo, 12 de abril de 2015

O resultado

O Avaí ontem mostrou o RESULTADO!

Os "Poderes Constituídos do Avaí" (expressão ridícula de assessoria fanfarrona), deram mostras que não aprenderam com o ano de 2014 no que se refere ao campeonato catarinense! Foi uma jornada para ser esquecida, mas o  esquecimento somente para o torcedor, para os dirigentes é lição pra ficar marcada na cara! Avaí beirou o ridículo da negligência na formatação do time para 2015.

O futebol não para quando a bola para de rolar ao final da temporada, as cabeças pensantes do Avaí sentaram no êxito do acesso e deixaram que a soberba trabalhasse! Colhemos nesses 4 primeiros meses o fruto de 15 dias de letargia de dezembro de 2014, o Avaí "pegou férias", e isso no futebol é letal! 

A lição novamente foi dada, pelo 2° ano consecutivo, não passamos de objeto de gozação de todo estado no campeonato local! O que se fez para mudar este estado de coisas? Nada, até o momento nada! Barrigada e mais barrigada, aproxima-se o campeonato brasileiro  e agora o remendo vai custar caro e precisaremos de sorte para não voltar para 2ª divisão! 

Meus amigos mais chegados sabem o que falo repetidamente, além de falta de qualidade do grupo de jogadores, quando teremos alguém pra controlar os insurgentes de vestiário, as panelinhas etc!
Quando que o Avaí terá em suas fileiras gente defendendo os interesses do Avaí e não o próprio ego e imagem! Quando se jogará para o clube e não para torcida?

Já passou da hora de mais profissionalismo e menos paternalismo, Avaí é um clube de futebol e não uma casa de caridades, jogador bom de grupo interessante é aquele que primeiro faz seu papel dentro de campo, e que se comporta adequadamente fora, sendo profissional de futebol e conspirando pelo clube que lhe paga salário!!!

Finalizo dizendo que vimos ontem em 90 minutos um extrato do Avaí no Catarinense de 2014, um time pequeno, que não tem noção do tamanho de sua torcida!

domingo, 29 de março de 2015

3512







Nossa torcida é demais!
Numa tarde completamente desfavorável, de um sábado chuvoso, com um time cacareco, lá estiveram 3512 almas avaianas que correram o risco de ver o Clube cair para 2ª divisão do catarinense!

Os 3512 foram contemplados com uma vitória, o bálsamo da esperança!

Parabéns torcedor do Avaí, vocês são o motivo!

Foto: Jamira Furlani

sábado, 28 de março de 2015

Só a vitória se salvou!

Depois de umas piores semanas da história recente do Avaí, fomos pra Ressacada num misto de esperança e raiva! A necessidade de vitória contrastava com o cenário de absoluta devastação organizacional no qual o Avaí se enfiou neste começo de ano!

Com um time absolutamente abalado no aspecto técnico, físico e mental, fomos para o embate com o Marcílio Dias, a novidade era Gilson Kleina... 
O primeiro tempo se desenhava de forma assombrosa, com uma quantidade de passes errados impressionante, com laterais absolutamente inoperantes e com um buraco gigante no meio campo! Por obra do destino, uma penalidade no primeiro tempo foi o balsamo antes do intervalo!

Não vai ser a chegada de Kleina que fará esse time jogar algo melhor do que fez hoje, o nosso mantra é que acabe da melhor forma possível essa ridícula campanha no estadual, para dissolver esse grupo muito mal montado e gerido! 

No segundo tempo com um pouco mais de empenho, mas ajudado por uma expulsão no também fraco time do Marcílio, fez com que nosso time conseguisse fazer o segundo e terceiro gols, talvez esse jogo sirva por seus 3 gols, e por André Lima fazer 2 gols! No mais, time do Avaí, é ridículo, irritante e decepcionante!

A alegria pela vitória, e a manutenção da esperança de se livrar dessa vexatória situação, não podem apagar nem diminuir as medidas de correção de rota que devem acontecer no Avaí! A urgência de se montar um outro time é evidente!

Vencer e sair da Ressacada em silêncio é estranho, mas a vitória de hoje, só anestesiou!

Acorda Avaí!

terça-feira, 24 de março de 2015

domingo, 22 de março de 2015

Vamos precisar de muita humildade

Diante da situação instalada, de mais uma derrota, de mais uma decepção, do desespero instalado na torcida! Acho que o momento para todos que tocam o Avaí é de se ter HUMILDADE! 
É chegado o momento de dizer: eu errei, eu não estou dando conta, eu me retiro, etc...
Não é hora de bravatas, é hora de coragem, não existe a mínima condição de permanência deste estado de coisas, que se agrupe os cacos para não cair para segunda divisão do catarinense, se faça um último esforço nestas rodadas restantes, e que se consiga o objetivo.

Montagem de grupo equivocada, o departamento de futebol infelizmente não conseguirá dar virada de 360° neste restante de ano! Portanto MUDANÇA! 
Os pontos perdidos por erro administrativo também não podem ser esquecidos, medida exemplar, doa a quem doer! Sem PATERNALISMO! 

Cada um no seu quadrado!
Diretor financeiro, é diretor financeiro, diretor administrativo, é diretor administrativo, vice-presidente, é vice-presidente! A "colher" que mexe no futebol do Avaí tá muito mal conduzida, não sou eu que digo, os números estão aí, e nos levam para um momento vergonhoso, portanto, MUDANÇA NO FUTEBOL, POR GENTE DO FUTEBOL! 

Terça-feira, 24 de março, o CONSELHO DELIBERATIVO do Avaí, tem uma obrigação perante o torcedor avaiano, intervir por uma correção profunda na Diretoria do Avaí! Foi confiado o voto de muitos avaianos para legitimar o Conselho, é chegada a hora de afastar uma vez por todas, a pecha de Conselho Decorativo! 

Sejam HUMILDES o suficiente para admitir que não conseguem, isso não é covardia, é coragem! 

A diretoria nos deve respostas! Caso contrário, convoque-se nova eleição!

quarta-feira, 18 de março de 2015

Todo apoio para quem cobrou esse NADA!

Então torcedores foram ao gramado e cobraram! Atestado inequívoco da MERDA  que está o Avaí, os resultados mostram o quanto foi ERRADA a opção por manter boa parte do grupo, subimos por obra divina! Novo equívoco foi a escolha dos atletas para compor o grupo de 2015, nada de jogador com pedigree de série A, apenas medianos jogadores de série B, com preços de ocasião! Já mostraram que nos trarão decepção e vergonha no catarinense, imagina no brasileiro!
O Clube e seus respectivos responsáveis fizeram a escolha errada, agora estão colhendo o severo e merecido desgosto da torcida! A tolerância e a paciência do torcedor tem limite, e digo mais, que as mudanças de atitude comecem a aparecer, do contrário o descontentamento será ainda maior!

Espero ver humildade para se admitir  mudança de rota na condução do Avaí, e as mudanças devem acontecer em todas as esferas, do contrário que se promova a troca do famigerado poder constituído do Avaí!

Lembrando ao Conselho Deliberativo, É PRA COBRAR,  sem passar a mão na cabeça!
Passou da hora do velho paternalismo avaiano parar! Tchau para os bicudos e insatisfeitos!
Isso vale para jogador, diretor e funcionário! Não brinquem com a torcida, não brinquem!

domingo, 15 de março de 2015

A vida como ela é!

O Avaí e seus contrastes inexplicáveis! Como se consegue vencer o Vasco da Gama por 5 gols em pleno São Januário e se consegue perder para o Guarani da Palhoça depois de estar ganhando por 2 gols, e pior, tomando 5 gols no segundo tempo!!! Tudo isso em menos de um ano!

Claro que estou chateado, frustrado, humilhado, e outros tantos adjetivos possíveis que demonstrem insatisfação com o time e coma diretoria do Avaí! Diretoria essa que vai mostrando não ter condições de lidar com o futebol, nosso"carro chefe"! A decepção é grande, a torcida está anestesiada sem acreditar no que está acontecendo num ano que era pra ser de retomada! Será que temos gente com coragem para cortar na carne e admitir que é preciso mudar?

Mas torcedor, por mais indignado que esteja com a situação, quero compartilhar com vocês duas fotos, imagens essas que congeladas e imortalizadas, mostram o que deve nos mover, pois amanhã é outro dia, as coisas podem não ir bem, como também o vento pode mudar e tudo melhorar, o importante vai ser a torcida que faremos por ventos melhores e o quanto contribuímos para isso!!!

Rio de Janeiro, 30 de agosto de 2014


Palhoça, 14 de março de 2015


Quem mais sofre é a torcida, nós botamos a camisa, aturamos o rival!
Atletas, técnicos e profissionais do meio passam, nós ficamos! Como ficamos temos que aprender a conviver com a vitória e com a derrota! Estamos doloridos e temerosos com nosso horizonte, vai permanecer a torcida!

Minha homenagem ao André Gil e seu filho Henrique, que, como num casamento, levaram ao pé da letra o significado de "na alegria e na tristeza"! Parabéns!

sábado, 14 de março de 2015

O castigo, a lição e o tempo

O Castigo
Ainda impressionado com a capacidade de se prejudicar sozinho desenvolvida pelo Avaí, fico me perguntando se o castigo imposto com a disputa da escuridão do campeonato catarinense serviu para alguma melhora! Depois de uma semana inteira para trabalhar, o Avaí volta a jogar hoje contra o Guarani da Palhoça, diante do castigo vivido, esperamos ao menos vontade desse time que já nasce morto para 2015, em campo, vamos contemplar uma formação de time que não durará muito tempo, portanto que a gente veja ao menos um pouco de vontade, coisa que só vimos no clássico até o momento! 

A Lição
Tenho dúvidas que a lição foi aprendida, não só pela cagada feita nos bastidores (me referindo ao episódio da inscrição de Antônio Carlos), mas também pelos critérios adotados para composição do atual elenco, a escolhas por "produtos" da prateleira da série B estão demonstrando que não funcionaram. Não chegou nada que tenha sido um destaque, e sim bons coadjuvantes (da série B), escaldado pelo abismo das dívidas o Avaí contratou com medo, e agora o medo tomou conta do torcedor quando vê o time em campo! Esse grupo já mostrou que não tem cacife para suportar o que vem pela frente!

O Tempo
O deserto que é o quadrangular, transcorrendo tudo bem (Deus nos ajude),  pode nos ter dado o tempo necessário entre um jogo e outro, para analisar qual jogadores seguirão na Ressacada,  bem que já deu pra perceber quem não servirá. Por outro lado, Copa do Brasil e Campeonato Brasileiro se aproximam rapidamente, e o tempo para corrigir a rota é contra nós!

Diante do castigo amargo, a esperança é que busquem uma correção, a lição impõe acerto nos jogadores que serão contratados para remendar  o grupo mal formado no início de ano, precisamos parar também com a costumeira piedade avaiana na hora de romper velhos laços com jogadores que não estão rendendo! O Avaí não marcará pontos na tabela com tapinha nas costas e gratidão! O tempo passa para todos, e o ciclo deve ter começo, meio e fim! Vale para Eltinho, Cássio entre outros... Vale também para diretores e velhos funcionários, será que o Avaí tem em suas fileiras gente com coragem pra olhar nos olhos de seus pares e mostrar que o velho jeitinho avaiano não está rendendo? A mesma fórmula vale para o saudosismo por jogadores que passaram por aqui, passaram, deu! O tempo passa e os desafios são outros, as mudanças de posturas são necessárias para enfrentar o novo, o Avaí tem que fazer diferente pra voltar a ser forte, quanto tempo levarão pra perceber isso?

quinta-feira, 5 de março de 2015

Mamãe AVAÍ

Se o Avaí fosse um time australiano, seu mascote certamente seria um canguru fêmea! Como gosta de carregar gente na bolsa marsupial! Todo mundo se protegendo, e tentando encontrar uma forma de permanecer na confortável teta avaiana! Depois dessas lambanças todas nada vai acontecer?
Olha, o Avaí é uma mãe!

Vamos lá, resultado de campo:

4 derrotas;
4 empates;
1 vitória  

Lá se foram 9 rodadas e esse foi o resultado conseguido! NOSSA SENHORA DA RESSACADA!!!

Creio eu, que só os resultados de campo já demandariam motivos demais para uma mudança de rota!
Mas não satisfeito, o clube tratou de "se ajudar" fora de campo, consegui perdeu o pouco de pontos que conquistou! BOTA O DEDO NA GOELA E RASGA!!!

Prezados, ainda há tempo de uma correção de rumo em 2015, e tem que ser severa, irrestrita e rápida!
Temos gente nas nossas fileiras pra fazer isso? Tudo indica que não, a  letargia está tamanha, que não vejo nem um foco de reação nos envolvidos nesta lástima!

A pressão vai passar para o Conselho Deliberativo! Não é hora da vaidades ou tapinha nas costas, o momento requer corte na carne e mudança de postura!



segunda-feira, 2 de março de 2015

Mais um clássico

Num clássico que foi "trabalhado" pra ser uma guerra por parte da mídia local, o ódio e a má conduta foram cultivados a semana inteira! Os caras sabem o que estão fazendo, desgraça vende jornal e gera "likes". Os animais do estreito (não dá pra definir de forma diferente) ainda solicitaram uma carga maior de ingressos!!! Pior, muito pior, em entrevista a uma rádio, minutos antes do início da partida, o presidente avaiano informou que por detalhes de não ter como afastar a barreira que divide as torcidas, deixou de ceder mais 1000 ingressos!  Já falei, quem muito abaixa, mostra a bunda! PRA ELES NADA! Olha o estado que ficou cadeiras, banheiros e catracas!!! Reciprocidade? NÃO, primeiro o respeito e a urbanidade, do contrário, NADA!  Imagine você torcedor, eles com mil ingressos a mais, o estado que teria ficado a Ressacada?

O Jogo

Tomamos um gol logo de cara, um balde de água fria na torcida, toda aquela deficiência encontrada neste inicio de ano transbordava novamente, a preocupação inicial era não se abalar e voltar as ações, aos poucos o time foi achando uma forma de jogar, o time do estreito recua  e começa a jogar somente no contra ataque, o Avaí por sua vez, é aos trancos e barrancos, com muita dificuldade na criação e se valendo de bola parada! 
Na metade do primeiro tempo a coisa fica pior, Anderson "cabaço" Lopes foi pra rua junto com o lateral alvinegro, não era pra tanto, mas a estrela babada da tarde, o árbitro fodão do Delfin, tratou de expulsar pra ficar tranquilo para seu lado! Para o Avaí ficou pior, perdemos velocidade no ataque, com muitas dificuldades para jogar nos lados do campo, o Avaí investia pelo meio, terminamos o primeiro tempo merecendo o empate que não veio, André Lima perdeu um gol sozinho!

Voltamos para o segundo tempo, novamente o time do estreito do seu covarde e falastrão treinador Argel, jogando por uma bola no contra ataque, o Avaí propondo o jogo com um pouco mais de articulação e posicionamento. O jogo seguiu nervoso, até que uma falta cobrada por Marquinhos resulta  num rebote para ele mesmo, o chute sai preciso, e é gol do Avaí, o jogo fica bom, o leão cresce, o time do "entendedor" de grama se encolhe, e o Avaí começa a colecionar chances perdidas! 
Nosso treinador demorou a fazer alterações, se muda antes, creio que a virada chegaria!
Acabou em empate, mas mesmo com todas dificuldades deste inicio de temporada, o Avaí foi merecedor da vitória, fica a lição que temos que melhorar nosso jogo de lado de campo, melhorar nossa eficiência no taque, encontrar o parceiro ideal para Antônio Carlos na zaga e por fim configurar um meio de campo que produza! 

Fica o alerta também para os meios de comunicação!  Como falar em clássico da paz?
As abordagens editoriais equivocadas e contraditórias, promoveram o embate pessoal dos destaques de cada time, como se fosse um card do UFC! 

sábado, 28 de fevereiro de 2015

terça-feira, 24 de fevereiro de 2015

A PIOR DERROTA

A pior derrota que podemos sofrer é a derrota interior! O Avaí através de seus colaboradores se derrotaram! Conseguiram a proeza de causar um enorme prejuízo ao clube! Que não sobre para bagrinho, quem comanda e supervisiona esse departamento também deve sofrer consequências! Será que já calcularam o tamanho do prejuízo? Olha a imagem do Clube! 

Que o presidente do Avaí e sua diretoria pare de uma vez por todas de se vangloriar do certificado de qualidade, o certificado foi rasgado, pisoteado e jogado num vaso sanitário qualquer! 
Inadmissível o erro cometido, já não bastasse a campanha pífia e frustrante, agora o torcedor avaiano tem que carregar essa vergonha!  

Aproveitem o momento para rever o quadro de funcionários e quem os comanda, e parem de falar em qualidade, pois o produto final desta manhã é pior que um pinico cheio de merda! 

Obs.: Antônio Carlos - Benzedeira nele, tá com terra de cemitério nos pés, só pode! 


domingo, 22 de fevereiro de 2015

A luz!


Com a porta arronbada

Hoje em Camboriú o Avaí vai para o jogo no melhor estilo, porta arrombada! 
Já não temos mais nada pra perder neste catarinense, tamanha a decepção, temos que partir para o resultado de qualquer forma! 
Irão para o "estouro", um time jamais pensado na cabeça dos torcedores no começo da temporada: 

Vagner; Pablo, Antônio Carlos, Philipe Maia e William Rocha; Uelliton, Claudinei, Tinga e Renan Oliveira; Roberto e André Lima.

Time modificado pra caramba, Geninho parece escalar o time com um pensamento derradeiro, com o discurso: Olha, é com vocês!
Acho que nosso treinador está muito decepcionado com as escolhas que fez para o grupo de 2015, acredito também, que esse início de temporada resultará em uma mudança de rota e de atletas! Lamentável que as escolhas custarão caro para nosso caixa, até agora o "aval" de Geninho sai pela culatra! Para o restante do ano fica o aprendizado, a escolha por "bons jogadores" da série B de 2014 feitas pelo Avaí, não atenderão nossas demandas de série A para 2015!

Será que o empresário parceiro, não tem nada melhor para nos oferecer? 
Será que deseja somente que o Avaí mantenha o que ele já nos ofereceu?

Atenção as nossas demandas! Que Carlito Arini e Chico Lins consigam contornar o péssimo começo de temporada!

Agora corram atrás! E que comece hoje! 

terça-feira, 17 de fevereiro de 2015

Coordenadas do Coordenador

Meus amigos, não estou satisfeito com o início de ano do Avaí, nenhum avaiano está! Mas a situação nos proporciona ver algumas atitudes interessantes do povo da imprensa! Não é difícil encontrar acaloradas discussões sobre a falta de paciência no inicio de projetos de montagem de grupos no futebol, se reclama que se deve dar tempo ao tempo num início de trabalho, que a preparação requer análise e continuidade para colheita de resultados!

Pois bem, daí no dia de ontem (16/02) ví essa pérola no twitter disparada com toda raiva para o sul da ilha:  

                           

Por favor cabeças!!!



Pra quem não conhece, Carlos Alberto Ferreira é Coordenador de da Rádio CBN, se o cara que coordena a equipe de esporte está com essa pilha toda querendo "cabeças" no Avaí, imagina seus comandados! Estão desesperados na busca por pauta!

O temerário começo do Avaí da margem para esse tipo de coisa, e as pedradas devem ser maiores nos próximos dias, devemos filtrar bem de onde vem as pedras! 

Diretoria e Departamento de futebol do Avaí! 
Abram o olho!
Quem sabe o Carlos Alberto faz a pergunta para os diretores do leão em algum jogo do veterano do Avaí!

O coordenador deu as coordenadas, chumbo grosso no Avaí! Afinal, a audiência e os jornais em primeiro lugar!!!

sexta-feira, 13 de fevereiro de 2015

Tá faltando tudo

O Avaí parece que aderiu a crise! Crise hídrica, crise energética, crise de futebol!!
Que futebol podemos esperar de Edinho? 
Que esperança podemos depositar em Bruno Mendes,  por exemplo!
Onde a gente pensa que vai com essa dupla de zaga? 
E na cabeça de área, o irmão do Walter do Fluminense, nosso parrudo Uelliton, não ganha na corrida de ninguém, Eduardo Costa com o joelho moído corre mais do que ele! 

Fomos ao mercado e compramos mal! O "genitor" das mercadorias foi o Geninho, ele que cobre dos seus "produtos"!!! Nossos treinador tem que dá o primeiro sacode do ano na rapaziada, e vê se realmente dá pra tirar algo melhor dessa turma, e não adianta ficar sentado no discurso do começo de temporada, é começo pra todo mundo! O Avaí que arrume essa cagada, do contrário, já começamos a criar uma nova bola de neve em dívidas com as más aquisições (contratos para cumprir, jogadores não aproveitados, e grupo ficando inchado, falta de patrocínio master)! Acorda!!!

Verdade que temos quase um time fora, e que em sua maioria são postulantes a titularidade,  o alerta é: Estamos montando um elenco para disputar a série A, e que visivelmente se mostra muito frágil nessas primeiras avaliações em campo, os coadjuvantes são fracos!!! 

A análise do departamento de futebol para uma correção de rota já se faz necessária, uma pena, mas os resultados mostram os primeiros indícios de um grupo temerário para a sequência do ano! Muito pouco apresentado para 4 jogos!




quinta-feira, 12 de fevereiro de 2015

O campeonato passando

A competição está passando, quarta rodada e não conhecemos a vitória, nossa condição na tabela já é desconfortável!!! Esses são os motivos de preocupação!

Estamos remontando a equipe, temos desfalques por lesão e por punições do TJD, e pra piorar, nosso próximo adversário é a melhor equipe deste começo de competição, momento ideal para a retomada de bons resultados! O Avaí hoje tem a oportunidade de continuar fazendo aquele bom jogo do segundo tempo contra o Joinville! Se reencontrar aquele futebol, teremos boas perspectivas, já mostraram que podem, então é correr atrás do prejuízo e fazer acontecer, o campeonato não vai esperar um melhor ajuste para o Avaí, tá na hora de fazer a primeira vitória!

Não adianta ficar reclamando, é hora de ir para Ressacada, repetir o bom público do último jogo seria o ideal, bora para o campo!

sexta-feira, 6 de fevereiro de 2015

Como é bom estar na Ressacada!

Claro que todos nós seguimos para Ressacada esperando uma vitória, a recuperação no jogo contra o Joinville criou essa expectativa! Mas não foi fácil, o time do sul do estado veio trancadinho e só saia na boa para o jogo! 

O Avaí, por sua vez, provou do veneno usado no jogo anterior, Criciúma jogou compactado e organizado para usar o contra-ataque, e com essa proposta nos deus alguns sustos, também não podemos desprezar a qualidade de Cleber Santana que dita as jogadas do time do pé preto!

Dois empates contra dois adversários diretos, um dito como favorito, o outro, um adversário tradicional e sempre complicado, não foi o esperado, mas longe de reclamar, é visível que nosso time vai evoluir,  e não é só em entrosamento, mas também em qualidade! A meta é ficar entre o 6 para o hexagonal, e acredito que não teremos problemas nesse propósito!

Vamos ao jogo, Vagner gosta de dar sustos, fez boas defesas, mas da umas catadas de borboleta nas bolas aéreas, tem crédito, mas tem que se trabalhar as deficiências, Ronado Alves em franca evolução em relação a primeira partida, Philipe Maia foi uma grata surpresa, não comprometeu e mostrou que tem potencial para estar no grupo! 
Nossa cabeça de área tem Uelliton ainda grandão e pesado, mostra ser bom jogador, mas sofre com adversários rápidos, Claudinei, foi discreto, como achei também Renan Oliveira, que vai "chocando" a volta de Marquinhos! O cara da noite foi Tinga, não fez pré-temporada inteira mais chegou muito bem fisicamente, correu uma barbaridade, vai ter lugar no time titular! Rômulo procurou o jogo, mas pouco produziu, Já Anderson Lopes promoveu muita movimentação, dando um trabalho danado para a zaga adversária.

A entrada de André Lima no segundo  tempo no lugar de Rômulo foi cercada de expectativa por toda torcida, ficamos com a clara impressão que André veio para somar e nos será muito útil, sua qualidade é visível, lhe somente falta ritmo de jogo! A entrada de Edinho no lugar de Renan OLiveira e Bruno Mendes no lugar de Claudinei pouco mudaram o panorama e ficamos no 0x0.

Amargamos o empate mas com boas perceptivas, foi bom voltar a Ressacada, ver um bom público considerando o horário, a camisa nova já vestindo muita gente! Vamos seguir apoiando, vamos melhorar!  

segunda-feira, 2 de fevereiro de 2015

O fator casa

Podem pensar o que quiser, mas nada me tira da cabeça que se aquela penalidade favorável ao Avaí fosse para o time da casa, certamente o árbitro teria corrido para marcar a penalidade! A Arena da prefeitura com bom público, bandeirinhas com gente fungando no cangote e um árbitro sem pulso, podem trazer um belo prejuízo!

As armas para combater a má vontade, é casa cheia, nos basta usar do mesmo expediente, botar gente na Ressacada e jogar junto com o time, isso sim ajudará!
Missão complicada, é hora da retomada do bom público em nosso belo estádio, a realidade dos últimos tempos deve ser mudada para o bem do Avaí, os valores das mensalidades foram mantidos, o sócio conta com valores viáveis e dentro da realidade! A desculpa do acesso  não cabe, pois nunca contamos com algo melhor, pelo contrário, falta pouco para se contar com um acesso melhor (se Nossa Senhoras das Licitações Brasileiras deixar), portanto, agora que está prestes a melhorar, temos que voltar!

Em Joinville fomos prejudicados, não quero ganhar ou empatar nenhum jogo com ajudinha de arbitragem, mas usando o fator casa, a gente pode trazer da arquibancada um ponto desfavorável para o adversário, e nós podemos, basta a torcida voltar!