sexta-feira, 19 de dezembro de 2014

Arthur - Avaiano - 12 anos

Hoje meu filho mais velho completa 12 anos!
Nem nos meus melhores sonhos, conseguiria idealizar o bom filho que tenho! 
Parabéns Arthur, Avaiano série A!


quinta-feira, 11 de dezembro de 2014

Reunião tipo A

Digna de time de série A!

Fui ao sul da ilha participar da Reunião do Conselho Deliberativo do Avaí, na qualidade de sócio e ouvinte, saí da reunião satisfeito, otimista e com os dois pezinhos firmes no chão!

Inicialmente um balanço do ano, das dificuldades, dos erros e acertos, dos desafios superados, tudo isso narrado pelo próprio presidente do clube.
Foi um ano de superação de obstáculos e de provar que o Avaí é feito de muito coração, mas também de razão para contornar as adversidades. Certidões negativas conquistadas (algo que é nossa obrigação), entraves burocráticos superados, ajustes administrativos, quitação de financiamentos, negociação de dívidas, tudo isso paralelo ao futebol e suas dificuldades!

Será feita aquela faxina no elenco atual, Geninho dirá quem fica e quem saí, além de dizer quem chega e como chega, passando pelo crivo do Dr.Funchal. Nossa base será vista com carinho e os bons valores seguirão no time profissional! Não teremos medalhão ganhando fora da realidade econômica do clube!

A diretoria aposta na volta do torcedor, a decisão de manter os  valores para sócios é uma bela iniciativa, estamos perto de alcançar a marca de 8 mil sócios, a meta inicial é chegar a 12 mil, alcançando assim, um patamar de ajuda efetiva no orçamento do clube!

O recado no final foi dado pelo Vice-Presidente, foco, pé no chão e seguir o conceito de transparência! 


Foi uma boa reunião, com a louvável iniciativa de participação dos sócios! 

Agora é sua vez torcedor, ajude o Avaí seja sócio!


terça-feira, 9 de dezembro de 2014

Campeonato Catarinense - Laudo dos Estádios - O antes, durante e depois


O Ministério Público de Santa Catarina (MPSC) recebeu os laudos técnicos dos estádios que sediarão os jogos da série A em 2015. A entrega foi feita na última segunda-feira (1º de dezembro) pela Federação Catarinense de Futebol (FCF), em cumprimento ao Termo de Ajustamento de Conduta (TAC), assinado em dezembro de 2013 pelo MPSC com a Federação, a Associação de Clubes de Futebol Profissional de Santa Catarina e os Clubes de Futebol. Os laudos apresentados, de acordo com o Estatuto do Torcedor, são: de segurança, de vistoria de engenharia, de prevenção e combate de incêndio e de condições sanitárias e higiene.

O Ministério Público recebeu laudos de 11 estádios e 10 clubes.  A diferença de números ocorre em virtude de o Marcílio Dias estar impedido de realizar três jogos em seu estádio. Devido a esse fato, o clube utilizará o estádio Roberto Santos Garcia "Robertão", em Camboriú.

"O Termo de Ajustamento de Conduta celebrado no final de 2013 foi fruto da preocupação de todos os signatários com a segurança dos torcedores e de todos aqueles que frequentam os estádios de futebol, estabelecendo uma rotina de obrigações, prazos, responsabilidades e eventuais sanções relacionadas à elaboração, à remessa, ao recebimento e ao  controle de remessa e de recebimento dos laudos técnicos dos estádios, de modo a dar efetividade às disposições do artigo 23 do Estatuto de Defesa do Torcedor, que prevê a necessidade de remessa dos documentos ao Ministério Público, previamente ao início das competições", explica o Promotor de Justiça Eduardo Paladino.

Desde 2010, o Ministério Público realiza esse trabalho para que os torcedores não corram riscos decorrentes da estrutura dos estádios. A obrigação e os prazos constam no Regulamento Geral e no Regulamento Específico do Campeonato Catarinense de Futebol da Divisão Principal. Os clubes ainda terão até o dia 12 de janeiro para entregar os laudos retificados, nos casos em que a vistoria identificou a necessidade de alguma melhoria no estádio.

Os documentos foram recebidos pelo Centro de Apoio Operacional do Consumidor e estão sendo remetidos às Promotorias de Justiça da área do consumidor das comarcas onde estão localizados os estádios. Os Promotores farão a análise dos documentos e, quando for detectado algum problema, deverão tomar as medidas necessárias.

Caso sejam verificadas situações que ofereçam riscos à vida, saúde ou integridade física dos torcedores, o clube estará impedido de realizar os jogos em seu estádio, e a Federação Catarinense de Futebol deverá indicar outro, com antecedência mínima de 72 horas, que esteja em perfeitas condições de segurança e apto à presença de público. Nesses casos, os dirigentes desportivos deverão providenciar ampla comunicação, inclusive pela imprensa, no prazo mínimo de três dias antes da realização da partida, além de efetuar o ressarcimento de eventuais prejuízos que tenham resultado da venda antecipada de ingressos.

Fonte: Site do Ministério Público de Santa Catarina - www.mpsc.mp.br
_________________________________________________________

Nota do Blogueiro

Parece que estamos caminhando para o cumprimento dos prazos estabelecidos, isso definitivamente é um ponto muito positivo na questão da capacitação dos estádios no quesito segurança. 
Minha preocupação fica restrita a fiscalização após a aprovação definitiva das praças esportivas, exemplifico no ano de 2013, quando fui a Jaraguá do Sul, apenas alguns dias após o inicio da competição a caixa de disjuntores no Estádio João Marcatto  no setor visitante do estádio estava ao alcance de crianças, completamente aberta e desprotegida! Sem falar do banheiro que podemos definir como (patente), coisa medonha!

Espero que na esteira do crescimento do Futebol Catarinense, esses aspectos que devem ser observados não somente antes, mas também durante e depois (para ser objeto de avaliação) sejam considerados.






segunda-feira, 8 de dezembro de 2014

Os primeiros desafios de 2015 ainda em 2014

Sim, a guerra para permanecer na elite em 2015 já está declarada! 
A temporada de "caça" aos jogadores que farão parte do elenco em 2015 já está aberta! Tão complicado quanto fazer o gol, é achar o atacante correto para o feito tão desejado, o ano de 2014 foi sofrível nesse aspecto para nosso Clube, ficamos irritados com tamanha incompetência de nosso ataque!

Claramente nosso departamento de futebol vai ao mercado na tentativa de um melhor acerto. A questão é, o que estará disponível no mercado e quanto teremos que pagar para ter o tão desejado homem de área? Exemplifico a dificuldade na figura de um dos jogadores pretendidos, Léo Gamalho do Santa Cruz, o destacado atacante da equipe pernambucana pesou a mão no pedido para jogar no leão, e não satisfeito seu empresário ainda pediu um bom valor em luvas para a efetivação do negócio!   

Nada demais destacará o leitor, claro, não dá pra esperar mel na chupeta, mas essa situação é mais um desafio que requer negociação, bons parceiros e a fuga do oportunismo apontada para os times recém promovidos a série A. É bom lembrar que estamos saindo de uma época de dificuldades financeiras, e que essas mesmas dificuldades ainda  trazem preocupação ao Avaí, portanto, devemos ter muita habilidade e cuidado na formatação de contratos futuros, vale lembrar que umas das condições que favoreceram nossa recuperação, foi a boa elaboração dos contratos desse ano. Portanto, é um modelo prudencial a ser continuado, com orçamento equilibrado, para não sermos  surpreendidos! 

Abraço a todos! 

sexta-feira, 5 de dezembro de 2014

Não espere

Torcedor não espere por janeiro, procure a secretaria do Avaí, e escolha seu lugar!
Vamos começar o ano povoando a Ressacada!
Não esqueça, os valores de 2014 serão mantidos para 2015!

É hora de somar, e você é importante!


segunda-feira, 1 de dezembro de 2014

A Série A já começou

Bom dia avaianos, ainda eufórico com o acesso, é necessário e importante que nossas forças se voltem para um Avaí forte em 2015!
Vai baixando a adrenalina de um jogo inesquecível, de fato os anos passarão e lembraremos da tarde do dia 29 de novembro de 2014 com carinho e emoção! Os quase 10 mil presentes no estádio foram contemplados com emoção antes, durante e depois da partida, que tarde  meus amigos, que tarde!

Você vai ser fundamental 
Não pense você avaiano que se fará milagre com o dinheiro da TV para permanecer na série A, nossa participação na arquibancada será importante, a diretoria avaiana aponta com a vontade de manter os preços dos ingressos muito próximos dos praticados esse ano, e com certeza é uma boa iniciativa, manter a torcida mobilizada e atuante na Ressacada é fundamental!
Portanto, procure a secretaria do clube, escolha a sua cadeira e venha torcer junto pelo leão!

Vamos em frente
Acabou sábado um ciclo angustiante que se arrastava desde de 2013, a frustração imposta pelo acessos perdido no ano passado, a eleição e seus embates ideológicos, tudo isso espero que tenha sido sepultado junto com esse acesso! Precisamos virar a página e convergir para o crescimento do clube, dezembro tem que ser um mês de muito trabalho na Ressacada, o Avaí é um só, e quem faz a força do Avaí é a torcida, pense nisso.

Bom dia!

domingo, 30 de novembro de 2014

29 de Novembro de 2014 - Inesquecível

Confesso que fui para Ressacada com esperança de vitória, e não de acesso!
As combinações por outros jogos eram desanimadoras, mas o vento soprou fresco e suave nos rostos dos avaianos que estavam na quente Ressacada! O vento soprou contra a caravela vascaína, e a bateira avaiana triunfou! 

O pé quente da pequena Sofia

No meio daquela aflição, uma pequena torcedora nos seus primeiro dias de vida, simbolo do futuro avaiano, a pequena Sofia é a certeza que nossa paixão avaiana seguirá por muitos anos!


 A agonia do Professor Murilo!

Em campo nosso placar se materializava, mas de nada adiantaria sem outros resultados, meu amigo o Professor Murilo Moreira (Comendador da Barra do Aririú), foi durante todo o tempo o portador da boa nova que chegava dos outros jogos! Eita sofrimento! Inesquecível!



A festa!

A festa tomou conta da cidade, e mais uma vez o Avaí triunfa em meia a incredulidade, inclusive minha, e isso me deixa ainda mais feliz, vai ser um dia pra ser lembrado com carinho!




Voltamos a Série A, depois de um ano difícil, com dificuldades e incredulidade.
Parabéns para Diretoria avaiana que não largou, que levou porrada de todo lado e aguentou o tranco!
Que se tenha humildade de reconhecer as limitações e que evolua nas suas dificuldades e melhore ainda mais! 

Parabéns torcida avaiana! Comemore, pois o feito foi grande! 

sexta-feira, 28 de novembro de 2014

É o Avaí em campo! O Motivo!

Vamos a Ressacada amanhã pra ter certeza!
Ter certeza que aqueles 3 mil e poucos de sempre, nunca largam o clube, embora nos últimos tempos a Ressacada tenha virado um palco de vergonheira, de má vontade e de fraqueza!
Vamos pra Ressacada alimentados por um fio de esperança , que rapidamente se transforma em raiva de ter pedido dentro de seus próprios domínios a classificação para série A, que era amplamente possível e esperada! 

Amanhã torcerei como sempre, mas sei que não somos merecedores do acesso, é muita cagada e falta de LIDERANÇA.  O Avaí subitamente desmaiou no campeonato durante um mês, e agora esperneia as mazelas do Icasa? Com todo respeito, AgorAVAÍ pra PQP...  

Que bom que o time que era pra manter a série B flertou com algo melhor, nos enganaram durante algum tempo, e isso, de certa forma é um conforto, chegaremos nos últimos 90 minutos vivos e respirando por aparelhos é verdade, mas vivos! 

É muito aprendizado e recomeço para o saco do avaiano! Mas vamos pra ressacada, o Avaí é o motivo!

segunda-feira, 3 de novembro de 2014

Olha pra frente AVAÍ

Finalizada mais uma rodada, o que poderia ser catastrófico se tornou estímulo.
A combinação de resultados AINDA deixa o Avaí em condições de lutar e reverter o apagão (técnico, administrativo, psicológico, profissional, etc...).
Se serve de alento, não é só o Avaí que sofre com a queda de rendimento, outras equipes também estão se esforçando para demonstrar a falta de competência, Ceará e Vasco estão dando mostras parecidas de como não fazer!

Já que é assim, que no jogo de amanhã o Avaí comece a mudar o final da história, que essa fase acéfala tenha acabado, que nosso goleiro esteja mais tranquilo e atendo no gol, que nossa zaga reencontre o momento de equilíbrio vivido nesta mesma competição, que o Diego Felipe ponha sua frágil cabeça no lugar, assim como Anderson Lopes, que tem que baixar a bolinha e jogar bola, tá muito mascarado! Apontei esses jogadores, mas vale para os outros também, a mudança de postura tem que acontecer agora!

Olha pra frente Avaí, é hora de zerar os dilemas e olhar pra frente, é a última reta, a chegada está próxima!


domingo, 2 de novembro de 2014

Caras para contemplar no DIA DOS MORTOS.

Onde foi parar o futebol de dias atrás, PROCURA-SE O FUTEBOL e esses caras.


"Endoidou", diria um manézinho: tá tomando gol pra todos os gostos! Porra Vagner...


Esse está desaparecido, dizem, dizem que é jogador do Avaí... Vulgo Abuda



Esse pulou de um precipício, não é um jogador confiável, desapareceu. Diego Felipe!



Esse é tanso, e tem merda na cabeça, Bocão...



Esse turma que segue abaixo, desejo picareta e laje pra encher no balde com alça arrebentada!
Na ordem: Anderson Lopes, Bruno Mendes, Diego Viana, Heber, Jean, Wilker e Willien...

  Bruno-Mendes 

  

sábado, 1 de novembro de 2014

O Avaí e o profissionalismo

O texto é do Jornalista Rodrigo Faraco, vejo nesse texto de 1° de Novembro de 2014, uma profunda reflexão de quanto temos que evoluir quanto Clube de Futebol. Não podemos fazer futebol profissional como uma estrutura semi-amadora, não podemos prosperar com jogadores que não se coadunam com conceitos de profissional de auto rendimento de futebol. Não podemos achar que um clube de 91 anos de história pode fazer as coisas no "vamu que vamu"... 

Os desmandos e a falta de profissionalismo de atletas devem ser tratados com tanto rigor e suor quanto é batalhado para arrumar condições de pagar seus bons salários. Suas responsabilidades em alguns casos não são do tamanho de seus salários!



O Avaí e o profissionalismo



Quando ouço que jogador de futebol tem que estar comprometido, fico imaginando o grau de imaturidade de certos profissionais. Pior de tudo é perceber que o diretor de Futebol do clube precisou falar que tem “atleta que ainda acha que isso aqui é brincadeira”. Há muito jogador que é mimado. Que gerente e técnico precisam às vezes ficar carregando pela mão para que ele desempenhe o mínimo possível. O futebol protege muito quem deveria ser, na verdade, profissional. E profissionalismo não é só entrar em campo e jogar o jogo. Profissionalismo é saber que o corpo é a principal ferramenta de trabalho do atleta. Tem que comer direito, dormir direito e treinar direito para poder jogar direito. Mas tem muito “profissional” por aí que bate ponto no clube para treinar e acha que em campo vai resolver as coisas. E ganham muito bem, porque os salários geralmente partem de R$ 10 mil, R$ 15 mil nos clubes que pagam menos. Então é um absurdo que ainda exista essa conversa de falta de comprometimento. O que existe na verdade é molecagem de quem ainda não se deu conta que deixou de ser criança e é privilegiado de estar numa posição que é o sonho de muitos garotos.


A entrevista de Chico Lins


É claro que estou falando do Avaí, da reunião que houve na última quinta-feira e da entrevista do diretor, Chico Lins. Quando chega neste ponto é porque a coisa está realmente feia internamente. A entrevista foi muito esclarecedora. E posso garantir que o que foi dito para imprensa tinha sido dito antes no vestiário para os jogadores. O Avaí precisava mesmo lavar a roupa suja e fazer a conversa dura com cobranças entre os jogadores e a comissão técnica. Lins revelou que alguns estão falhando no seu compromisso profissional. Não quis expor os nomes e acho que nem era a questão. Se fosse para expor, que fossem afastados de vez. O grupo precisa reagir, até porque está jogando fora o que construiu durante toda a temporada.


Quem caiu de produção


Está muito claro para muita gente quem caiu bruscamente de produção neste time atual do Avaí. O principal deles é Diego Felipe. Não é possível que um atleta que tem a qualidade que ele tem esteja se arrastando em campo para terminar a temporada. Já escrevi muitos textos aqui e fiz muitos comentários positivos sobre ele, mas começo a entender porque não teve regularidade em outras equipes. Outro que não vem bem e parece nem estar ligando para isso é o lateral-direito Bocão. Entra no time e sai do time e tanto faz. Bocão tem mais bola do que está jogando e está deixando passar uma oportunidade de ouro na carreira. Chegou desconhecido do Brasiliense, apresentou bom futebol no Catarinense, mas parece que esqueceu que o Avaí é a primeira grande oportunidade na carreira. Deveria estar ralando muito pelo pão de cada dia. Aliás, perguntar não ofende: onde está o volante Abuda, que não é

um primor de jogador, mas não tem sido sequer opção de banco?

quarta-feira, 29 de outubro de 2014

OUTUBRO NEGRO

Passada a frustração de mais uma lambada na cara, reconheço a dificuldade em externar meu sentimento com relação ao momento do Avaí! Impressionante  imaginar que estamos passando novamente por tamanha falta de atitude! Fomos derrotados solenemente, fomos executados sem uma lágrima, fomos vilipendiados mais uma vez sem reação ou indignação que seja! Não tem nada pior do que ver um time entregue feito o nosso, corre groselha na veia desses caras, só pode!
Como compreender uma queda de rendimento tamanha para um time que chegou a liderar a competição? Alguns reclamaram das especulações de toda ordem, mas como desconsiderar a boataria? O time simplesmente parou, e pior, parou dentro do G4, faltando pouco para fechar o ano com uma grande conquista!
A competição não acabou, mas não há como nutrir esperanças diante do retrospecto, não é possível que agora tudo mude, que agora será diferente!

Além da tristeza dentro de campo, a retaguarda avaiana vai fazendo das suas, como se já não bastasse as pauladas em campo, a comunicação do Avaí acredito que esteja no mundo de Pollyana (aquela da síndrome), colocou em sua página no Facebook, informe do horário de chegada do time no aeroporto. Será que o pessoal fez isso esperando que a torcida vá ao setor de desembarque do Hercílio Luz levar apoio ao time? Ou tá querendo ver o pau comer... Ou será mesmo "piloto automático"... 

Cadê a "campanha" e suas pessoas? Cadê a rapaziada do AGORAVAI? 
Agora foi né... Diabos de marola oportunista, que atropelou campanha de sócio torcedor, clube de benefícios, venda de produtos licenciados do Clube...  Não tinha um istepô pra dar uma palavra de incentivo no domingo de manhã naquela conversas com os jogadores, aliás nem Presidente Executivo, nem seu vice, nem Presidente do Conselho Deliberativo, nada! Fazendo justiça, estava o Vice -Presidente do CD...  Quando a maré estava boa não faltou figura para aparecer na mesa bicuda, agora tá tudo na muda! O oportunismo é uma merda rapaziada, uma merda!

Vamos remoer esse osso novamente, e a derrota no campo é só reflexo do Avaí fora dele, parece que tudo é normal, faz parte, e que em 2015 será diferente, a merda é que os "arquitetos" dessa construção chamada Avaí não mudam, ou pelo menos, não tentam fazer diferente, é muita figurinha repetida! Falta coragem ou capacidade?

Ficar acostumado com isso é nossa morte lenta!  






Ajude o Lar recanto do Carinho / GAPA


domingo, 26 de outubro de 2014

Eles ouviram o clamor da torcida - OLHO NO OLHO



Domingo - 26/10 - 9h da manhã - Ressacada

Membros da diretoria, do conselho, funcionários, ex-jogadores e torcida estiveram juntos dos jogadores para levar uma palavra de confiança, fé e persistência.

Fomos corajosamente recebidos, sim corajosamente, pois poderiam ficar reclusos, fechados para a atual situação, mas nos receberam no gramado, podemos olhar nos olhos de cada um dos atletas e conversar!

Escutaram palavras de incentivo, pedidos de persistência, foram lembrados que mesmo o momento não sendo bom, os frutos por eles gerados mantém o Avaí no G4, portanto estamos vivos e na luta!
Por sua vez, o grupo de jogadores na pessoa do seu capitão, respondeu que não vai faltar vontade e entrega para lutar até o último minuto! Que assim seja!

Vamos em frente!




sábado, 25 de outubro de 2014

Ainda não acabou!

Mesmo diante de grande adversidade, seguimos no G4. Para perder ou para ganhar, teremos que jogar, podemos jogar pra vencer, pois nada está perdido.

Amanhã, Domingo 8:30 - NA RESSACADA - Vamos na Ressacada pra conversar com os jogadores pra dizer que ainda não acabou e queremos LUTA E VONTADE ATÉ O FIM!