segunda-feira, 3 de novembro de 2014

Olha pra frente AVAÍ

Finalizada mais uma rodada, o que poderia ser catastrófico se tornou estímulo.
A combinação de resultados AINDA deixa o Avaí em condições de lutar e reverter o apagão (técnico, administrativo, psicológico, profissional, etc...).
Se serve de alento, não é só o Avaí que sofre com a queda de rendimento, outras equipes também estão se esforçando para demonstrar a falta de competência, Ceará e Vasco estão dando mostras parecidas de como não fazer!

Já que é assim, que no jogo de amanhã o Avaí comece a mudar o final da história, que essa fase acéfala tenha acabado, que nosso goleiro esteja mais tranquilo e atendo no gol, que nossa zaga reencontre o momento de equilíbrio vivido nesta mesma competição, que o Diego Felipe ponha sua frágil cabeça no lugar, assim como Anderson Lopes, que tem que baixar a bolinha e jogar bola, tá muito mascarado! Apontei esses jogadores, mas vale para os outros também, a mudança de postura tem que acontecer agora!

Olha pra frente Avaí, é hora de zerar os dilemas e olhar pra frente, é a última reta, a chegada está próxima!


domingo, 2 de novembro de 2014

Caras para contemplar no DIA DOS MORTOS.

Onde foi parar o futebol de dias atrás, PROCURA-SE O FUTEBOL e esses caras.


"Endoidou", diria um manézinho: tá tomando gol pra todos os gostos! Porra Vagner...


Esse está desaparecido, dizem, dizem que é jogador do Avaí... Vulgo Abuda



Esse pulou de um precipício, não é um jogador confiável, desapareceu. Diego Felipe!



Esse é tanso, e tem merda na cabeça, Bocão...



Esse turma que segue abaixo, desejo picareta e laje pra encher no balde com alça arrebentada!
Na ordem: Anderson Lopes, Bruno Mendes, Diego Viana, Heber, Jean, Wilker e Willien...

  Bruno-Mendes 

  

sábado, 1 de novembro de 2014

O Avaí e o profissionalismo

O texto é do Jornalista Rodrigo Faraco, vejo nesse texto de 1° de Novembro de 2014, uma profunda reflexão de quanto temos que evoluir quanto Clube de Futebol. Não podemos fazer futebol profissional como uma estrutura semi-amadora, não podemos prosperar com jogadores que não se coadunam com conceitos de profissional de auto rendimento de futebol. Não podemos achar que um clube de 91 anos de história pode fazer as coisas no "vamu que vamu"... 

Os desmandos e a falta de profissionalismo de atletas devem ser tratados com tanto rigor e suor quanto é batalhado para arrumar condições de pagar seus bons salários. Suas responsabilidades em alguns casos não são do tamanho de seus salários!



O Avaí e o profissionalismo



Quando ouço que jogador de futebol tem que estar comprometido, fico imaginando o grau de imaturidade de certos profissionais. Pior de tudo é perceber que o diretor de Futebol do clube precisou falar que tem “atleta que ainda acha que isso aqui é brincadeira”. Há muito jogador que é mimado. Que gerente e técnico precisam às vezes ficar carregando pela mão para que ele desempenhe o mínimo possível. O futebol protege muito quem deveria ser, na verdade, profissional. E profissionalismo não é só entrar em campo e jogar o jogo. Profissionalismo é saber que o corpo é a principal ferramenta de trabalho do atleta. Tem que comer direito, dormir direito e treinar direito para poder jogar direito. Mas tem muito “profissional” por aí que bate ponto no clube para treinar e acha que em campo vai resolver as coisas. E ganham muito bem, porque os salários geralmente partem de R$ 10 mil, R$ 15 mil nos clubes que pagam menos. Então é um absurdo que ainda exista essa conversa de falta de comprometimento. O que existe na verdade é molecagem de quem ainda não se deu conta que deixou de ser criança e é privilegiado de estar numa posição que é o sonho de muitos garotos.


A entrevista de Chico Lins


É claro que estou falando do Avaí, da reunião que houve na última quinta-feira e da entrevista do diretor, Chico Lins. Quando chega neste ponto é porque a coisa está realmente feia internamente. A entrevista foi muito esclarecedora. E posso garantir que o que foi dito para imprensa tinha sido dito antes no vestiário para os jogadores. O Avaí precisava mesmo lavar a roupa suja e fazer a conversa dura com cobranças entre os jogadores e a comissão técnica. Lins revelou que alguns estão falhando no seu compromisso profissional. Não quis expor os nomes e acho que nem era a questão. Se fosse para expor, que fossem afastados de vez. O grupo precisa reagir, até porque está jogando fora o que construiu durante toda a temporada.


Quem caiu de produção


Está muito claro para muita gente quem caiu bruscamente de produção neste time atual do Avaí. O principal deles é Diego Felipe. Não é possível que um atleta que tem a qualidade que ele tem esteja se arrastando em campo para terminar a temporada. Já escrevi muitos textos aqui e fiz muitos comentários positivos sobre ele, mas começo a entender porque não teve regularidade em outras equipes. Outro que não vem bem e parece nem estar ligando para isso é o lateral-direito Bocão. Entra no time e sai do time e tanto faz. Bocão tem mais bola do que está jogando e está deixando passar uma oportunidade de ouro na carreira. Chegou desconhecido do Brasiliense, apresentou bom futebol no Catarinense, mas parece que esqueceu que o Avaí é a primeira grande oportunidade na carreira. Deveria estar ralando muito pelo pão de cada dia. Aliás, perguntar não ofende: onde está o volante Abuda, que não é

um primor de jogador, mas não tem sido sequer opção de banco?

quarta-feira, 29 de outubro de 2014

OUTUBRO NEGRO

Passada a frustração de mais uma lambada na cara, reconheço a dificuldade em externar meu sentimento com relação ao momento do Avaí! Impressionante  imaginar que estamos passando novamente por tamanha falta de atitude! Fomos derrotados solenemente, fomos executados sem uma lágrima, fomos vilipendiados mais uma vez sem reação ou indignação que seja! Não tem nada pior do que ver um time entregue feito o nosso, corre groselha na veia desses caras, só pode!
Como compreender uma queda de rendimento tamanha para um time que chegou a liderar a competição? Alguns reclamaram das especulações de toda ordem, mas como desconsiderar a boataria? O time simplesmente parou, e pior, parou dentro do G4, faltando pouco para fechar o ano com uma grande conquista!
A competição não acabou, mas não há como nutrir esperanças diante do retrospecto, não é possível que agora tudo mude, que agora será diferente!

Além da tristeza dentro de campo, a retaguarda avaiana vai fazendo das suas, como se já não bastasse as pauladas em campo, a comunicação do Avaí acredito que esteja no mundo de Pollyana (aquela da síndrome), colocou em sua página no Facebook, informe do horário de chegada do time no aeroporto. Será que o pessoal fez isso esperando que a torcida vá ao setor de desembarque do Hercílio Luz levar apoio ao time? Ou tá querendo ver o pau comer... Ou será mesmo "piloto automático"... 

Cadê a "campanha" e suas pessoas? Cadê a rapaziada do AGORAVAI? 
Agora foi né... Diabos de marola oportunista, que atropelou campanha de sócio torcedor, clube de benefícios, venda de produtos licenciados do Clube...  Não tinha um istepô pra dar uma palavra de incentivo no domingo de manhã naquela conversas com os jogadores, aliás nem Presidente Executivo, nem seu vice, nem Presidente do Conselho Deliberativo, nada! Fazendo justiça, estava o Vice -Presidente do CD...  Quando a maré estava boa não faltou figura para aparecer na mesa bicuda, agora tá tudo na muda! O oportunismo é uma merda rapaziada, uma merda!

Vamos remoer esse osso novamente, e a derrota no campo é só reflexo do Avaí fora dele, parece que tudo é normal, faz parte, e que em 2015 será diferente, a merda é que os "arquitetos" dessa construção chamada Avaí não mudam, ou pelo menos, não tentam fazer diferente, é muita figurinha repetida! Falta coragem ou capacidade?

Ficar acostumado com isso é nossa morte lenta!  






Ajude o Lar recanto do Carinho / GAPA


domingo, 26 de outubro de 2014

Eles ouviram o clamor da torcida - OLHO NO OLHO



Domingo - 26/10 - 9h da manhã - Ressacada

Membros da diretoria, do conselho, funcionários, ex-jogadores e torcida estiveram juntos dos jogadores para levar uma palavra de confiança, fé e persistência.

Fomos corajosamente recebidos, sim corajosamente, pois poderiam ficar reclusos, fechados para a atual situação, mas nos receberam no gramado, podemos olhar nos olhos de cada um dos atletas e conversar!

Escutaram palavras de incentivo, pedidos de persistência, foram lembrados que mesmo o momento não sendo bom, os frutos por eles gerados mantém o Avaí no G4, portanto estamos vivos e na luta!
Por sua vez, o grupo de jogadores na pessoa do seu capitão, respondeu que não vai faltar vontade e entrega para lutar até o último minuto! Que assim seja!

Vamos em frente!




sábado, 25 de outubro de 2014

Ainda não acabou!

Mesmo diante de grande adversidade, seguimos no G4. Para perder ou para ganhar, teremos que jogar, podemos jogar pra vencer, pois nada está perdido.

Amanhã, Domingo 8:30 - NA RESSACADA - Vamos na Ressacada pra conversar com os jogadores pra dizer que ainda não acabou e queremos LUTA E VONTADE ATÉ O FIM! 


quinta-feira, 23 de outubro de 2014

Avaí, o pulso ainda pulsa!!!



Ainda há vida nesse time, vamos pulsar então!!!

Ano de 24 meses?

Será que 2013 não acabou?
Será que em outubro novamente se "desligará os motores" e sucumbiremos?
Será que seremos humilhados na Ressacada novamente?
Será que novamente faltará $uporte?

NÃO, EU NÃO ACREDITO!

Não acredito que o técnico Geninho vá insistir em colocar Eduardo Costa lesionado com data marcada pra fazer artroscopia no joelho pra jogar! Fico imaginando os companheiros de posição, no jogo com a Ponte mais uma vez ficou evidente que o volante está com dificuldades (toque de qualidade para o lado não vai resolver nossos problemas), precisamos de velocidade e cobertura naquele setor! Por mais vontade que Eduardo tenha de colaborar, acho que tanto o jogador, quanto comissão técnica e médica deveriam se poupar de tal insistência!

Diego Felipe, o que aconteceu com esse rapaz? Depois que deu entrevista para o Globo Esporte seu futebol sumiu! Terá esse jogador mais uma saída melancólica de clube por queda abrupta de rendimento? Por que seu rendimento caiu? Será que um jogo fora foi suficiente para Bocão ser conscientizado que tem potencial e que lhe falta um pouco de atenção no jogo? 

E no ataque? Não temos ataque, NÃO TEMOS! Fizemos um bom pedaço do campeonato se valendo de gols de cabeça do sistema defensivo e de Diego Felipe (enquanto jogou), bolas proporcionadas por Marquinhos é verdade. Bruno Mendes não aconteceu, e se não acontecer nenhum milagre, acho que não acontecerá. Anderson Lopes é outro que tá deslumbrado pela fama, menos preocupação com brinco e cabelo lhe seria ótimo!

Particularmente, eu andava cabreiro com esse time quando estava na ponta da tabela, me perguntava: Será mesmo que esse time é isso tudo? Pois é, foi um rompante, o time nadou forte demais e agora a correnteza tá cobrando seu preço, foi só o futebol que caiu? O que tá faltando nos bastidores, se perdeu a mão de lidar com o grupo, como pode cair tanto de rendimento Avaí!!!

Ainda não acabou, e o final pode ser diferente e feliz para o Avaí, agora por favor, não cobrem da torcida, temos motivos de sobra pra desconfiar do desempenho desse grupo!

Façam diferente, mostrem algo novo e bom, e colham os frutos!

Do contrário, estaremos vivendo na Ressacada, o ano de 24 meses!






segunda-feira, 20 de outubro de 2014

Em Campinas é a Ponte

Nossa missão em Campinas é fazer o que se perdeu pelo caminhos nos últimos jogos! 
Perdemos o encaixe, lá se foi o retrospecto, alguns jogadores parecem ter perdido o cérebro num copo de água que passarinho não curte. Diego Felipe é um caso a ser estudado, parece que resolveu antecipar suas férias, Bocão merecidamente vai pegar um banquinho, e Eltinho vai fazer revesamento com Carleto (pianço para os dois).

Será que acabou nosso gás? Será que não temos mais de onde tirar forças?
Que amanhã seja dado um sinal de fé para a torcida, do contrário será um ano perdido novamente, particularmente não acredito que vamos entregar a rapadura novamente, mas o time tem que começar a retomada e  o melhor momento é contra a Ponte Preta líder, e em Campinas!

Precisamos de um ambiente favorável para o jogo de sexta-feira, independente do resultado contra a Ponte Preta,  o Joinville continuará sendo adversário direto e nada estará resolvido, vencer o restante dos jogos em casa e beliscar pontos fora será a tônica para o resto da competição!

Volta Avaí! 

sábado, 11 de outubro de 2014

Pensou que seria fácil?

Aqui é Avaí mô pombo, nada é fácil, nada é conquistado sem sofrimento e esforço!
Depois de duas partidas distantes do retrospecto construídos nos últimos doze jogos, o momento é de concentração, calma e retomada do objetivo.

Bastou duas vaciladas para no momento a gente ficar fora do G4, se foi gordurinha, jogadores que estavam apresentando um bom desempenho SUMIRAM, o exemplo mais evidente dessa queda de rendimento está na figura de Diego Felipe, o cara simplesmente desapareceu! Além de Diego, nosso ataque irrita por sua fata de rendimento, me preocupa o retorno de Eduardo Costa,  espero que não fique rodando como um peru, repetindo a apresentação medonha contra o Náutico, estava completamente sem ritmo para jogo, jogou no nome! Embora ache sua presença importante na questão experiência, mas com o joelho em trapos fica tudo mais complicado!

Não espero um bom público, a torcida não vem sendo protagonista, espero sim um bom jogo, para continuar sonhando com o acesso, e afastar o pesadelo de 2013!

Vamos pra Ressacada! Eu vou mas estou "ressabiado"! 


segunda-feira, 6 de outubro de 2014

Bola pra frente Avaí

Não fizemos um bom jogo contra o Náutico,  e algumas peças que estão funcionando numa descendente fizeram uma péssima partida, Diego Felipe é a maior delas, vem caindo de produção pela 4ª partida consecutiva, isso fez uma sobrecarga para nossa contenção que já não é um primor e sofreu ainda mais, para piorar, Marquinhos sozinho para criar e finalizar não vai dar certo todo jogo!

Eduardo Neto fez falta, vejam vocês, João Felipe carrega muito a bola e nem sempre é efetivo em suas investidas, deixa a desejar na proteção  e proporciona ao adversário alternativas de ataque, Eduardo Costa no segundo tempo sofreu correndo atrás do meio campo do Náutico que tomou conta, particularmente vejo ele sem condições para o momento, vai jogar no nome a essas alturas da competição?

Acho que nosso bom desempenho não pode ser esquecido, são 12 jogos, 2 meses de bons resultados, sofremos uma derrota num momento complicado da competição, mas temos que ter um pouco de discernimento sobre nosso time, não podemos esquecer nossas limitações e que também estamos sendo avaliados por nossos adversários. Não podemos ser tão previsíveis como fomos na figura de Anderson Lopes e Roberto, e não podemos achar que Bruno Mendes vai chegar e fazer milagre.

Amanhã já temos o ABC, quem sabe o retrospecto de visitante chato, continue!

Bola pra frente Avaí!

domingo, 28 de setembro de 2014

BOA mesmo foi a vitória

Vencemos o BOA!

Esse é o típico jogo que lembraremos nessa campanha, time adversário perde gol de forma incrível, temos gol no final com lambança total dos oponentes, e somamos mais 3 pontos!Fomos superiores na partida, mas demos algumas bobeiras...

Foi uma tarde de emoção na Ressacada, foi o primeiro jogo após a desgraça com o torcedor João Grah, foram feitas as devidas homenagens e foi de grande emoção para os presentes no estádio! Não fomos regulares na partida, fizemos um primeiro tempo superior a Boa, e poderíamos ter matado o jogo na etapa inicial, no segundo tempo demos espaço e o adversário cresceu, tendo oportunidades claras de complicar a partida! Essa semana será muito importante para recuperar o grupo que está visivelmente desgastado, ficou muito claro isso no jogo de ontem percebendo o espaço que demos principalmente no meio campo, marcamos de longe e demos campo pra jogar!


Antônio Carlos, seu tanso!

Primeiramente quero dizer que não concordo com a ofensa escolhida pelo Antônio Carlos para o Francis! Agora, é muita hipocrisia nos comentários das redes sociais, as hostilidades em campo são generalizadas e é do jogo, acontece! Duvido que Francis levantou do tranco que levou de Antônio Carlos lhe chamando de santo! Mas repito, o "galego" Antônio Carlos escolheu uma expressão errada! Chama ele de feio porra, garanto que ele ficaria descontrolado...
Outro fato pitoresco da novela, Francis é jogador do Joinville, foi para o BOA no final de junho deste ano, e foi fazer Boletim de Ocorrência, praticamente 3 horas após o ocorrido, foi claramente "orientado" a fazer um BO, manobra com a intenção clara de prejudicar o Avaí, pegando carona nos fatos acontecidos recentemente, caso Aranha como exemplo! Tem que ficar claro para os desesperados com o possível acesso do Avaí, que o fato condenável foi cometido individualmente por Antônio Carlos, após receber "elogios" de Francis.

Toca o barco, afinal, AGORAVAI...








sábado, 27 de setembro de 2014

Agora Vai...

Vai lá na secretaria e faça sua associação ao Clube, vejo que é a forma mais sólida e real de ajudar o Avaí no momento!

Mudando de assunto, espero que os avaianos de boa vontade e não somente os de "bom bolso", tenham dimensão da importância dos dois próximos jogos em casa, começando hoje contra o BOA e depois contra o Náutico no próximo sábado! Hoje é vencer, vencer e vencer, entrar para o jogo na busca forte pelos  3 pontos. Não está em jogo só a liderança da competição, isso é o chamado plus, temos sim que abrir uma margem de segurança do 5° colocado, aquela gordurinha perdida depois de dois empates seguidos! Nosso objetivo é ficar no G4, a ponta da tabela vamos ver lá na frente!

Torcendo muito pelo êxito contra o BOA, e ainda mais por uma semana de tempo para trabalhar, reabilitar atletas e dar um descanso na sequência de jogos. Ficou nítido na minha visão que nosso time sentiu a sequência de jogos no jogo contra o Paraná. O momento pode ser extremamente positivo para o Avaí, para o jogo contra o Náutico podemos ter um time ainda mais forte com retorno de atletas e com o time escançado! 

Vamos pra Ressacada torcer para Avaí e refletir sobre o que aconteceu durante a semana com um de nossos torcedores, vai ser uma homenagem, que não seja uma celebração da estupidez humana! Que no momento seguinte, a gente não pense que não é com nós, todos somos responsáveis! ORGANIZE seus conceitos  e vamos para o estádios buscando lazer e não o ódio! 

Vamos subir LEÃO, vamos subir JOÃO.



quarta-feira, 24 de setembro de 2014

Mais um caixão


A "industria" do ódio no futebol produziu mais um caixão!

Desta vez foi o avaiano João Grah, mais um jovem para a estatística nefasta das gangues que funcionam livremente sob o olhar anestesiado da sociedade! Morreu mais um jovem de forma medieval, COM PEDRADAS!
A pergunta já não é mais até quando?
A indagação é: Quem será o próximo! Sim, porque isso não terá fim, choramos hoje, ficamos perturbados, mas amanhã só os entes queridos de João Grah chorarão sua falta!

E vai ter homenagem no próximo jogo do Avaí!
Homenagem? Não que João não seja dignos de lembrança, mas sinto vergonha em determinados momentos da minha vida, sinto vergonha de quanto o ser humano consegue ser imediatista e cínico!

FARÃO HOMENAGEM A JOÃO GRAH,  tudo bem, muito bonito, comovente, e quando o árbitro apitar o inicio do jogo, os cantos de ódio, rancor  e apologia a violência voltarão a ecoar! Daí, então, João vira estatística, virou  mais um caixão com a bandeira de um clube de futebol estendida.

Pena que não posso gritar justiça perante seus pares João, a tempos falhamos neste assunto!

Foto: Charles Guerra

REPUGNANTE